Vinhos de borgonha frança

Quando de um bom produtor, são vinhos de incrível elegância e do mais alto nível. Não se sabe ao certo quem introduziu a vinha nessa região situada bem no coração da França , mas podemos afirmar que os invasores romanos já a encontraram ali quando chegaram, por volta do século II d. Quando se comenta sobre vinhos ícone, provavelmente os dois primeiros nomes que surgem são Pétrus e Romanée-Conti, os maiores símbolos das duas principais regiões vitivinícolas francesas, e, consequentemente, do mundo: Bordeaux e Borgonha. Essas duas regiões, que resumem a essência do vinho francês , . São utilizadas apenas uvas Pinot Noir e Gamay no processo de fabricação dos vinhos tintos, salvo alguma poucas exceções.

Para o bom apreciador de vinho , uma palavra basta: Borgonha.

Pode ser em português mesmo, mas também em inglês (Burgundy) ou mais tradicionalmente em francês (Bourgogne). A uva, classificada como a mais difícil de cultivar e de complexa adaptação, é a que produz os vinhos mais . Um circuito imperdível para descobrir a famosa Rota do Vinho da Borgonha. Esses itinerários, perfeitamente seguros, seguem por caminhos ao longo de canais, antigas ferrovias ou caminhos adentrando vinhas. Crianças e adultos descobrirão assim sem dificuldade, cada um ao seu ritmo, as múltiplas facetas da região. Andar de kombi vintage (adquirida no Brasil!), percorrer uma adega subterrânea bebendo vinho e comendo chocolate e conhecer vinhedos cheios de histórias são alguns dos passeios que o UOL fez ao visitar a regiã.

Faiveley é talvez o maior especialista em Mercurey, elaborando vinhos profundos e complexos, entre as melhores pechinchas que podem ser encontradas na Borgonha. Este 1er Cru é concentrado, com um exuberante bouquet de frutas silvestres e notas de terra molhada.

Um vinho que compete com Borgonhas . No entanto, apesar de tantas oposições e de produzir vinhos tão distintos entre si, cada uma é , a seu modo, exemplo de excelência de qualidade vinícola. A vinha, já existente é cultivada pelos Eduens, ou importada pelos Romanos ? O debate permanece aberto ! Um questão de detalhes, de muitos, inúmeros detalhes, que aguçam nossa sensibilidade e causam deslumbramento em todo discípulo de BACO a quem se revelam. Na região você encontra vinhos , queijos e uma culinária maravilhosa! Borgonha e Bordeaux são duas antípodas do vinho francês.

Além disso, ao longo da viagem você se depara com paisagens incríveis e lugares megahistóricos . A região combina uma beleza única com vinicultura, gastronomia e arquitetura medieval. Olá, estou com viagem marcada para França em Maio, terei cinco dias para visitar a região da borgonha , adoro vinho e também histório, será que poderia me sugir um roteiro? Acho o blog o máximo e estou me orientando por ele para a minha primeira vez na França.

Impossível ouvir esse nome e não pensar imediatamente em… vinhos. O que a Revolução Francesa. O solo kimmeridgiano de Chablis,1milhões de anos depois: argila, calcário e mineralidade. Você gosta de vinho branco? Então pode parar por aqui.

Fiz uma explicação geral sobre a Borgonha. Claro que tem muito mais informações, mas decidi dividir o.

Afinal, são muitos os motivos que os moradores da região têm para se orgulhar de sua terra: o vinho , os restaurantes aclamados pelas publicações especializadas – só no Guia Michelin, . Apresentação do vinho Um tinto de grande leveza e versatilidade para combinar com comida. O Beaujolais, quando servido a 14ºC, temperatura um pouco mais baixa que o serviço da maioria dos tintos, exibe sua melhor forma e frescor, e vai bem com praticamente tudo – petiscos, pizzas . Reserve on-line e só pague no hotel. Boa disponibilidade e tarifas espetaculares!

Leia opiniões sobre hotéis dadas por hóspedes reais.