Vias de administração das vacinas

Utilizada para a administração de soluções que são melhor absorvidas no trato gastrointestinal. Seções Clique com o botão direito em . GlaxoSmithKline (penta e hexa) e. Conservação, dose e via de administração. Doses e vias de administração : A dose destas vacinas depende do laboratório produtor. Em geral, a dose indicada para esquemas de pré ou pós-exposição, para uso pela via .

As vacinas e soros têm indicações específicas quanto à composição, apresentação, via de administração , doses a serem administradas, idade recomendada, intervalo entre as doses, conservação e validade. Se o esquema da vacinação for interrompido, não é necessário reiniciá-lo, basta completar . Identificação do local exato para administração de medicamentos no vasto externo. Técnica de administração de medicamentos por via intramuscular. VIAS DE ADMINISTRACAO DE VACINAS DO PAV. Menores de anos – Intramuscular.

Maiores de anos – Deltóide (músculo do braço). VACINA , IDADE (Calendário), IDADE MÁXIMA PARA CRIANÇAS MAIORES DE ANOS NÃO VACINADAS, DOSE, INTERVALO MÍNIMO, DOSES DE REFORÇO , VIA DE ADMINISTRAÇÃO , CONTRA- INDICAÇÕES. BCG (proteção contra tuberculose).

Obtido do bacilo atenuado, A partir do . VIA PARENTERAL: A maior parte dos imunobiológicos ofertados pelo PNI é administrada por via parenteral. As vias de administração parenterais diferem em relação . Trabalho a ser apresentado para o professor wladmir, na disciplina processo de cuidar em enfermagem. Algumas vezes será aplicada apenas um tipo de vacina e outros casos conjuntamente com outras. Fatores relacionados à vacina. Manipulação do imunobiológico desde a sua produção até a administração.

Dose e esquema de vacinação. Sítio e via de administração corretos. BCG ( vacina de tuberculose). Vacina administrada no momento correto . Produto liofilizado ampola com múltiplas doses e diluentes. ID inserção inferior do músculo deltóide direito.

As vacinas podem ser administradas de formas diferentes. Locais e formas de administração. Cada vacina tem sua indicação específica em relação a forma de administração.

A via oral é utilizada para administrar algumas vacinas , como: OPV, cólera oral e rotavírus. Estas vacinas não devem ser mantidas à . Inativadas – bacterinas e vacinas de vírus mortos em partículas ou sub-partículas.

Vias de administração das vacinas.