Sermão de santo antónio aos peixes capitulo v recursos estilisticos

IV, ao falar da repreensão dos vícios em geral, seguindo-se a respetiva confirmação, no Cap. V , com as repreensões em particular (roncadores, pegadores, voadores e polvo). INTRODUÇÃO (Exórdio) – cap.

A partir do conceito predicável vós sois o sal da terra: Santo António foi sal da terra e foi . Ao relatar o que fez Santo António quando foi perseguido em Arimino usa frases curtas (Deixa as praças, vai-se às praias…).

O sermão é uma alegoria porque os peixes são metáfora dos homens, as suas virtudes são por contraste metáfora dos defeitos dos homens e. No Exórdio, Padre António Vieira apresenta o conceito predicável, “Vós sois o sal da Terra”, e explica as . Padre António Vieira feita por individualidades literárias e sociais portuguesas Estrutura Texto Capítulo I Capítulo II Capítulo III Capítulo IV. Reparaste que este capítulo é mais energético e combativo sustentados em inúmeros recursos estilísticos. Comenta a expressividade de: – anáforas. Discurso argumentativo que privilegia a 2ª pessoa, pois tem por fim persuadir e. Louvores dos peixes em geral.

Repreensão dos peixes em geral.

I – sermão de santo antónio aos peixes sermão de santo antónio pregado na cidade do maranhão rica de sugestões alegóricas e de recursos estilísticos. SermÃo de santo antÓnio aos peixes pregado . Alguns recursos estilísticos de Pe. Peroração (Cap.

VI) – constitui a parte final do discurso. Aqui, o autor faz uma conclusão, apresentando uma síntese dos melhores argumentos usados na segunda parte. Faz uma advertência aos peixes e assume-se como pescador. O capítulo V termina com uma censura àqueles que roubam os bens dos náufragos que dão à costa e avisa: Para os homens não há . A alegoria como sustentação da mensagem.

Dulce Paula Duarte Simões. R elatório de Atividade Profissional A alegoria como sustentação da mensagem. O trecho situa-se no Capítulo V , na segunda parte – Exposição seguida de.

Confirmação –, onde o orador apresenta. Sermão de Santo António aos Peixes constitui um documento da surpreendente imaginação, habilidade oratória e poder. Identifica recursos estilísticos , referindo o respetivo valor expressivo com rigor e clareza.

Deve-se destacar aí a citação de diversos tipos de peixes. As virtudes são descritas nos peixes de Tobias, Rémora, Torpedo e Quatro-Olhos.