Locais de administração de vacinas

Uso – para administração de soluções que necessitam ser absorvidas mais lentamente. Essas soluções não devem ser irritantes, devendo ser de fácil absorção. Produtos utilizados – vacinas (SCR, febre amarela,), substâncias como a insulina e adrenalina e alguns hormônios.

Teste tuberculínico e administração da vASpR. Administração de doses da mesma vacina. Locais anatómicos de administração das vacinas.

As vias de administração parenterais diferem em relação ao tipo de tecido em que o imunobiológico será administrado. Tais vias são as seguintes: intradérmica, subcutânea, intramuscular e endovenosa. Esta última é exclusiva para a administração de determinados tipos de soros. Para a administração de vacinas , não é . Identificação do local exato para administração de medicamentos no vasto externo.

Técnica de administração de medicamentos por via intramuscular. Segundo o Manual do Ministério da Saúde, ao administrar a vacina via subcutânea, a orientação é aspirar e observar se não atingiu algum vaso sanguíneo. Caso isso aconteça, retirar a agulha do local e preparar nova dose de vacina¹. O tecido subcutâneo, ou hipoderme, é a camada mais interna da .

Algumas vezes será aplicada apenas um tipo de vacina e outros casos conjuntamente com outras. VIAS DE ADMINISTRACAO DE VACINAS DO PAV. Não existem informações disponíveis para esta página. BCG ( vacina de tuberculose).

Produto liofilizado ampola com múltiplas doses e diluentes. ID inserção inferior do músculo deltóide direito. Geralmente utilizada para a administração de vacinas virais atenuadas. Sítio: região do deltoide no terço proximal.

Introduzir a agulha em ângulo . As vacinas e soros têm indicações específicas quanto à composição, apresentação, via de administração , doses a serem administradas, idade recomendada, intervalo entre as doses, conservação e validade. VIA PARENTERAL: A maior parte dos imunobiológicos ofertados pelo PNI é administrada por via parenteral. Via subcutânea (SC) é uma via de administração de medicamentos por meio da injeção subcutânea. Esta via só pode ser utilizada para fármacos que não irritam o tecido, caso contrário, pode sobrevir dor intensa, necrose e descamação.

Seleção de agulha-a agulha deve ser apropriada para o local da injeção e via de administração da vacina. Tamanho da agulha também depende do tamanho do indivíduo, volume e viscosidade da vacina e técnica de injeção. Normalmente , as vacinas não são altamente viscosas assim pode ser usada .