Casta alicante bouschet

Alicante Bouschet – Descubra a história e as características desta casta de vinho: os aromas, os sabores e os pratos ideias para acompanhar. Nascida entre o casamento das castas Petit Bouschet e Grenache, quando vinificada, surge com firmeza, taninos e muita cor. Casta tintureira estrangeira mais portuguesa de Portugal, de origem francesa ( Languedoc) capaz de proporcionar vinhos intensos de cor carregada, enraizada em . Alicante Bouschet é uma casta de uva tinta da família da vitis vinifera resultante do cruzamento das uvas Grenache e Petit Bouschet. Atualmente é cultivada maioritariamente em .

Origem ‎: ‎França Espécie ‎: ‎ vitis vinifera Cor da uva ‎: ‎tinta Alicante Bouschet, a prima donna que se deu bem no Alentejo fugas. A uva é resultado do cruzamento das variedades Petit Bouschet com Grenache. Apesar da criação francesa, foi no Alentejo, em Portugal, que a Alicante Bouschet encontrou seu lar. Ali, cerca de de todos os vinhos são ou contém Alicante Bouschet.

A casta é usada para dar cor e corpo aos vinhos. A Casta Alicante Bouschet já pode ser considerada a mais nobre do Alentejo. A Alicante Bouschet tem um longo historial no Alentejo, mas só nos últimos anos é que recebeu o estatuto de casta mais adequada a esta região.

Está agora associada ao Alentejo da mesma forma que a Malbec está para a Argentina, a Shiraz . Livros portugueses do século passado – disponíveis na biblioteca do Instituto da Vinha e do Vinho (IVV) – evidenciam como a Alicante Bouschet , juntamente com outras castas menos conhecidas tais como Aspirant–Bouschet, Carignan Bouschet, Morrastel– Bouschet, já estavam plantadas em Portugal . Essa é uma uva relativamente nova. Surgiu somente no final do século 1 pelo cruzamento entre Petit Bouschet e Grenache. Uma nova casta de uva nasce do cruzamento de variedades já existentes. Características Ampelográficas Fonte: Catálogo das Castas , IVV.

Quinzena de Março, no Concelho de Reguengos de Monsaraz. Deste casamento nasceu uma casta tintureira, retinta como lhe chamam no Alentejo, que proporciona aos seus vinhos além da sua cor, estrutura, firmeza e uma enorme riqueza . Plantada no sul da França, principalmente . Sobre a Alicante Bouschet. Apesar de não ser formalmente uma casta portuguesa, a Alicante Bouschet está tão enraizada no património colectivo do Alentejo que hoje a assumimos como tal. Na verdade é uma variedade apátrida, nascida do casamento forçado entre as castas Petit Bouschet e Grenache. Alicante bouschet é uma uva que foi criada por Henri Bouschet no final do . Apreciação organoléptica – Este vinho produzido na adega do Monte da Comenda Grande é constituído exclusivamente pela casta Alicante Bouschet , apresenta uma cor granada densa e viva, aroma a frutas do bosque e passas de ameixa, com ligeira sensação das madeiras de estágio, revelando-se ao sabor macio,.

Uma das castas mais amadas por José Neiva Correia e onde a sua experiência e capacidade inovadora resultam em vinhos de excelência.

Uma coadjunvante nos vinhos franceses e californianos, esta . As castas Aragonês, Alicante Bouschet , Trincadeira e Cabernet Sauvignon continuam até hoje, mas a casta Castelão foi reenxertada em Touriga Nacional. Esta Touriga foi logo um sucesso e tem-se revelado invariavelmente de topo, em blends (lote), ou mesmo a sós.